Converse com os diferentes públicos da sua marca em um único canal!

Quando o assunto é se relacionar com os consumidores nas mídias sociais, quanto mais direcionada for a conversa melhor. Assim sua marca se aproxima dos usuários e demonstra que conhece sua audiência – pontos fundamentais para otimizar as campanhas e a comunicação de produtos e da sua empresa. Para desempenhar essa função, foram criados os famosos dark posts, publicações visíveis apenas para determinados grupos, selecionados entre os que seguem e interagem com a sua página.

 

Mas como acompanhar o que aquele público específico fala sobre a sua publicação se ela não aparece no canal onde é veiculada? Com a ferramenta iCustomer e a nova funcionalidade de captura de dark posts!

 

A novidade permite não apenas monitorar a repercussão do post, mas também das respostas às interações feitas na publicação segmentada e analisar o resultado desse tipo de post, que entra nos relatórios da sua marca juntamente com as demais publicações. Essa funcionalidade também inclui campanhas de mídia paga, e mesmo que sejam criados diversos posts a partir dos anúncios feitos no Facebook, nada fica de fora – nem dos painéis ou dos relatórios dos nossos clientes. A nova função da ferramenta é facilmente configurada – basta selecionar a opção “capturar patrocinados” dentro da própria iCustomer.

para capturar post patrocinado.png

 

Para manter a conversa com seus fãs de maneira segmentada, fale com a nossa equipe de Suporte para conhecer a funcionalidade ou entre em contato para conhecer esse e outros serviços oferecidos pela iCustomer!

Análise da audiência: quem joga PokémonGo no Brasil?

Conhecer a sua audiência é fundamental para alinhar sua estratégia de conteúdo e engajamento, certo? Sim! E agora, suas estratégias ganharam mais um aliado tecnológico!

 

Com o Twitter Audiência, funcionalidade disponível exclusivamente na ferramenta iCustomer, é possível mensurar diversos indicadores de seu público-alvo, auxiliando assim, toda a estratégia da sua marca para a base de seguidores no canal.

Analisando as menções ao jogo Pokémon Go nos dois primeiros dias de lançamento no Brasil (03 e 04/08), foi possível estabelecer um perfil do usuário que comentou sobre o jogo
Infográfico-iCustomer-Pokemon-Go
Quer saber mais sobre a audiência da sua marca no Twitter? Entre em contato com a gente pelo telefone (11) 5091-2777. 🙂

 

O monstro da crise de marca e como se prevenir nas mídias sociais

Crises nunca são situações esperadas, mas podem ser tratadas de diversas maneiras pelas marcas e, com isso, apresentar resultados diferentes se alertadas desde o início e tratadas com a devida seriedade. Tomar conhecimento de um assunto potencialmente crítico, ter agilidade no atendimento e fornecer aos consumidores respostas que transmitam comprometimento são fatores que separam o fracasso de uma campanha de um incidente de menores proporções e sem impactos à reputação da marca.

Para ajudar todos os clientes iCustomer no relacionamento com seus consumidores, temos a funcionalidade de alerta de crise, que identifica desde as primeiras publicações qualquer ocorrência fora dos padrões relacionada a produtos ou serviços. Ao detectar possíveis questões delicadas nas mídias sociais, alertamos a equipe de atendimento ao consumidor, o departamento de marketing e todos que possam ser atingidos pela repercussão – e assim, também contribuir na construção de um pronunciamento oficial da empresa, para que as devidas providências possam ser tomadas o mais rápido possível.

Alerta de Crise 02

“Com essa funcionalidade, toda a equipe fica ciente da ocorrência, porque além de avisar o time do cliente, marcamos todas as publicações semelhantes com uma tag específica. Isso facilita o acompanhamento dos casos individualmente, a visualização do cenário completo e até mesmo a análise dos sentimentos e das conversas sobre esse tema”, afirma o especialista em monitoramento da iCustomer-Plusoft, Renan de Amorim, que coordena a equipe responsável pelo monitoramento dos painéis da nossa ferramenta.

Todos os alertas enviados sempre contém assunto, data e link da publicação, além do número de seguidores do autor do post e das interações feitas a partir dele até o momento da captura pela nossa ferramenta. Essas métricas são fundamentais para mensurar o alcance das publicações – e por consequência, da possível crise. Dessa maneira, a marca (e todas as equipes envolvidas no relacionamento com o consumidor) toma conhecimento do ocorrido e pode adotar todas as medidas necessárias para resolver a questão e ainda apresentar um posicionamento nos canais oficiais da marca, diminuindo as chances de uma repercussão negativa de grandes proporções.

Alerta de Crise 01

A atualização dos alertas variam de acordo com a frequência estabelecida pelo cliente e/ou quando há novas menções ao assunto para apresentar a evolução das conversas ao longo do tempo. Caso haja um volume grande de publicações e de buzz, nossa equipe de Buzz Inteligence também é acionada e elabora um relatório específico do contexto completo, analisando as tendências e apontando recomendações para o posicionamento da marca.

Informações sobre a sua audiência diretamente na sua… pokebola?!

O fenômeno de PokémonGo acabou de chegar ao Brasil, mas a repercussão se antecipou ao jogo e está instalada há tempos por aqui. Entre debates sobre a realidade aumentada, novas maneiras de educar e a sempre polêmica de que o jogo terminará estragando ainda mais as relações que já são prejudicadas por tantas redes sociais, o jogo está no tópicos mais falados entre quem trabalha com realidade aumentada, gamificação, jogos e até mesmo marketing – muitos negócios estão usando o jogo para atrair mais clientes nos países onde o jogo está habilitado. Nessa segunda-feira, 1º/08, a revista norte-americana Forbes divulgou uma pesquisa realizada sobre os usuários de PokémonGo, e o resultado surpreendeu até mesmo aos criadores do jogo.

Take a peek at the 2016 #Pokemon World Championships Pikachu! #PlayPokemon #Pikachu

A post shared by Pokémon (@pokemon) on

De acordo com o levantamento, os treinadores Pokémon do jogo são, em sua maioria, treinadoras: o público feminino contabiliza 63% dos jogadores, contra apenas 37% de homens. O estudo, realizado por meio da ferramenta SurveyMonkey, também revelou que 46% dos usuários são da faixa etária entre 18 e 29 anos e 45,8% ganham menos de US$ 50 mil por ano. Segundo a pesquisa, o jogador médio de PokémonGo é “uma mulher de 25 anos, com ensino superior completo e que ganha cerca de US$ 90 mil por ano”. Ou seja, uma quebra do estereótipo de que esse tipo de jogo agrada muito mais às crianças e adolescentes ao esclarecer detalhes sobre o público do que é, até agora, o jogo mais popular da história.

Entender a realidade do seu público é fundamental para direcionar ações de comunicação, marketing e até mesmo de novidades no seu produto ou serviço, ou simplesmente saber com quem sua marca está falando. Se usasse o serviço de audiência da ferramenta iCustomer, o estúdio Niantic Labs, responsável pelo jogo, saberia não apenas faixa etária e o gênero de sua audiência, mas também o sistema operacional de seus dispositivos móveis, a localização (incluindo cidade), principais interesses e gêneros e programas de TV preferidos de cada usuário. Disponível para todos os clientes iCustomer desde julho, a nova funcionalidade possibilita a extração desses dados para um arquivo externo à plataforma, o que forneceria insumos para uma atualização do jogo que atraísse mais homens, ou mulheres de outras faixas etárias, por exemplo. E tudo isso sem precisar da participação dos usuários em uma pesquisa específica, uma vez que a funcionalidade analisa o perfil das pessoas a partir das interações que já foram feitas e são selecionadas pela marca.

Informações importantes que estão à disposição dos nossos clientes para que eles possam ouvir quem mais importa: o consumidor. E tudo isso, na palma da mão – igual a uma pokebola – com a facilidade de que essa informação não precisa ser capturada. 😉